4 ESTAÇÕES – VERÃO 1
03/05/2018
RESENHA: MAGNUS CHASE – A espada do verão
04/06/2018

MESCLANDO EMOÇÕES

Bem-vindos, leitores!

 

Já ouviram falar da técnica do Stephen King?

Ele não é um loucão que fica fazendo rituais de filme de terror no porão.

De acordo com o autor, ele tem medo das coisas sobre a qual escreve.

 

O pensamento é: “Se eu tenho medo, então outras pessoas também devem ter”.

 

 

Isso é genial.

E isso também pode ser aplicado para outras sensações que você quer causar na sua história.

 

Por exemplo, se você quer fazer as pessoas chorarem, pense no que te faz chorar.

 

 

Nesse post eu vou falar especificamente sobre uma das coisas que me faz chorar com histórias: A MESCLAGEM DE EMOÇÕES.

 

Chamo assim quando, em uma cena, acontece algo que remete a duas emoções diferentes ao mesmo tempo. Frequentemente acontece com personagens se recordando de coisas, como:

 

– Personagem A morreu (sensação triste), e o personagem B se lembra da infância FELIZ com o Sr. A (o que deixa a cena ainda mais triste);

 

– Flashbacks mostrando a vida feliz de um casal. Mas sabe-se que, no presente, o velhinho mora sozinho porque a esposa já morreu.

 

Pode, também, acontecer em situações como:

 

– Cena épica de guerreiros se reunindo para uma batalha (remete a vitória, determinação)… que é praticamente uma luta perdida (derrota).

 

 

Enfim, dá para fazer com várias coisas. Mas a combinação mais comum é a felicidade + tristeza usando flashbacks (seja mostrando as cenas ou com alguém só falando sobre elas) ou artifícios como objetos que fazem o LEITOR SE LEMBRAR das partes felizes.

 

O que fazem vocês chorarem com histórias? Ou se inspirarem e considerarem algo épico?

 

Se esse tipo de coisa te faz sentir assim… possivelmente funciona com outras pessoas.

 

TENTEM PRATICAR TAMBÉM! XD

 

Espero que tenham gostado e até a próxima~ :3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *