4 ESTAÇÕES – INVERNO 3
19/12/2018
RESENHA: OUTSIDER
02/02/2019

RESENHA: O HOMEM DE GIZ

Bem-vindos, leitores!

A resenha de hoje é sobre O HOMEM DE GIZ!

 

 

 

 

 

 

 

 

Já digo logo de começo que é altamente recomendado para quem gosta de um mistério! :3 Se coloca fé em minhas palavras (ou tenha notado pelas resenhas anteriores que compartilhamos dos gostos literários), já pode parar por aqui e correr para a livraria. XD

Caso queira ficar mais um pouco, conto que a história se passa em dois tempos distintos: 1986 e 2016.

 

Em 1986, conta a história do protagonista (Eddie) ainda criança, andando sempre com os mesmos 4 amigos. Era uma vez, estavam numa feira – alegres e saltitantes, como crianças ficariam saindo só com os amigos – e ACONTECE UM DESASTRE SANGRENTO.
Sim, histórias de mistério não podem ter dias ensolarados e felizes. XD E nesse livro os acontecimentos vêm rápido e eficiente como um tapa na cara. Adorei.
De acordo com Eddie (narração em primeira pessoa), esse foi o dia em que tudo começou. O dia em que tudo começou a desandar, desabar, desengrenar (ou engrenar, depende do ponto de vista XD).

 

Em 2016, Eddie já é um adulto… e alguns dos amigos de infância ainda continuam na cidadezinha.
…Pode ser que coisas tenham acontecido com eles. PORQUE EM HISTÓRIAS DE MISTÉRIO NÃO PODEM TER (blá blá blá)
E, como se já não bastasse o passado perturbador do cidadão, coisas sangrentas também acontecem no tempo presente. @_@ Eddie, sua vida é uma droga. Pelo menos deixa os leitores felizes 😀

 

A história não gira em torno de um mistério só. É como se tivesse 1 mistério principal (um no passado e um no presente) e vários pequenos mistérios girando em torno. Ao final, tudo (TUDOOO! A AUTORA NÃO DEIXOU ESCAPAR NADAAA) se resolve. É um plot lindo.

PESSOAS, LEIAM! RECOMENDO! SÓ VAI!

Obrigada pela atenção e até a próximaaaaa!!! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *